Logo Canto da Primavera

Personalidade vocal e presença de palco marcam shows de Débora di Sá, Cláudia Vieira e Sabah Moraes

       Antes de Marco Lobo Quinteto subir ao palco do Canto da Primavera […]

today

6 de outubro de 2017

       Antes de Marco Lobo Quinteto subir ao palco do Canto da Primavera 2017, que foi atração nacional da noite desta quinta-feira, 5, três cantoras comandaram a programação da Mostra de Música de Pirenópolis: Débora di Sá, Cláudia Vieira e Sabah Moraes. Personalidade vocal, presença de palco, carisma e qualidade artística são só alguns dos pontos que descrevem o show das artistas e que falam um pouco sobre a participação delas na 18ª edição do evento.

       A primeira a se apresentar foi Débora de Sá, trazendo uma proposta diferenciada ao Canto da Primavera 2017. A cantora, logo nas primeiras músicas, deixou o palco e foi para junto da plateia. Ela cantou e encantou, principalmente, quando mostrou ao público suas habilidades circenses. Na segunda música, por exemplo, a cantora subiu em uma estrutura montada com um bambolê no centro do Cine Pireneus e deixou o público vidrado enquanto cantava no ar a canção “História de uma gata”, de Chico Buarque. O show também teve marcas muito presentes de elementos teatrais, como quando a artista se vestiu de Carmem Miranda e cantou as canções “Diz que tem” e “Disseram que voltei americanizada”.

       Logo em seguida, Cláudia Vieira se apresentou. O show foi uma grande homenagem a Caetano Veloso. Durante a apresentação, Cláudia contou como conheceu o trabalho do baiano e como se tornou sua admiradora. “Tudo começou quando uma amiga viajou para fora do Estado e trouxe para mim um áudio dele. Isso ainda nos tempos de vitrola”, explicou. “Essa amiga me disse que na primeira vez que eu ouvisse seria difícil, mas que na segunda eu me apaixonaria”, emendou. “Me apaixonei”, declarou a cantora com o entusiasmo de uma fã. A artista cuidadosamente selecionou clássicos do cantor como “Sampa”, “O leãozinho”, “Baby” e “Louco por você”. Foi um espetáculo para cantar junto!

       Para fechar as atrações regionais, Sabah Moraes levou o público para o Cavalhódromo e colocou todo mundo para dançar. Com o astral lá no alto, a cantora propôs um passeio pela cultura brasileira por meio de músicas que marcam principalmente as regiões norte e nordeste do Brasil. Sabah, com sua forte presença de palco, trouxe um pouco de tudo passando principalmente pelo carimbó, xaxado, forró e pela música baiana. A artista deslizava no palco com muita alegria e animação. Só ficou parado quem quis!

Ver Também