Logo Canto da Primavera

Nostalgia e muita animação nos shows de Guetsu e Mr Gyn

        O clima de nostalgia tomou conta do Cine Pireneus nesta sexta-feira, […]

today

7 de outubro de 2017

        O clima de nostalgia tomou conta do Cine Pireneus nesta sexta-feira, 6/10, durante a apresentação das bandas Guetsu e Mr Gyn, em mais uma noite da 18ª edição do Canto da Primavera. Com a casa cheia, os artistas subiram ao palco relembrando canções que marcaram o cenário do pop rock goiano, no final dos anos 1990 e início dos anos 2000. A cada música tocada, o público respondia com muita animação e carinho de fã, além do entusiasmo de quem aguardava ansioso para uma nova apresentação há tempos.

       Guetsu foi a primeira banda a se apresentar, abrindo assim a programação da noite, trazendo novas músicas em primeira mão para a Mostra de Música de Pirenópolis, mas também recordando os principais sucessos. A banda participou do Canto da Primavera pela última vez no ano de 2003 e, assim como Mr Gyn, também passou por um momento de pausa na carreira. Os sucessos relembrados que mais movimentaram o público e fizeram a alegria de pessoas que acompanharam a trajetória da banda presentes no Cine Pireneus foram “Miragem”, “Provar” e “Falso Mundo”.

       Com o show de Mr Gyn não foi diferente. Na verdade, a empolgação do público foi ainda maior, principalmente quando recordaram “A minha paz”, “Sonhando” e “Surfista de verão”. Visivelmente, o repertório era conhecido pelo público de ponta a ponta. Um dos momentos mais bonitos da apresentação foi quando Anderson cantou uma canção para homenagear a amizade, convidando os amigos a se abraçarem, e claro, quando chegou a vez do público ouvir “Minha Juventude”. A voz do vocalista e da plateia se transformaram em uma só. Foi bonito de ver. O show terminou com esse astral e com a presença de uma fã no palco, que ajudou a terminar a música.

       Os irmãos Muriel Rossana Silva da Silva e Pablo Diego Silva da Silva vieram de Brasília especialmente para os shows de Guetsu e Mr Gyn. Eles moraram em Goiânia e Anápolis por algum tempo no início dos anos 2000 e foi nesse momento que conheceram o trabalho das duas bandas. “Foi uma delícia reviver hoje todas as músicas daquela época e poder assistir ao show deles tão de pertinho”, comentou Muriel. “Fazia muito tempo que Mr Gyn não vinha ao Canto da Primavera e, o Guetsu, espero por um show deles desde 2003”, pontuou. “São músicas que realmente fizeram parte da nossa vida em algum momento. Foi muito, muito legal mesmo”, arrematou.

           Pablo Diego, irmão mais novo, explicou que conheceu as duas bandas por meio da irmã e estava igualmente ansioso por essa oportunidade de rever ambos os trabalhos. “Foi fantástica a experiência, muito bacana”, destacou Pablo, que cantou ao lado da irmã todas as músicas das duas bandas ao longo das apresentações. Os irmãos se somaram à juventude que lotou o Cine Pireneus, transformando a noite em uma das mais bonitas da 18ª edição da Mostra de Música.

Ver Também